Vestidos da Carol Hungria

Todas as leitoras do blog sabem que eu amo as criações da Carol Hungria e vivo postando os vestidos delicados e cheios de charme aqui no blog. Recebi ontem alguns novos modelos para vocês conferirem 🙂

atelier_carol_hungria_katharine_gandra atelier_carol_hungria_marcela_queiroz atelier_carol_hungria_nathalia_tosto atelier_carol_hungria_paula_poloni

Anúncios

Coleção Carol Hungria Blue marcou a estreia da estilista no Casamoda

A Carol me convidou para conhecer pessoalmente a coleção Blue marcando sua estréia no Casamoda Noivas 2014. Fiquei super honrada pelo convite por admirar muito o trabalho da Carol (tanto que meu Instagram está lotado com hashtag #NoivasDaCarol) mas justamente por ser a estreia dela no evento e assim a coleção tem um significado ainda mais especial.

Os bordados texturizados com pérolas e cristais foram os campeões de audiência, para minha, sua e nossa alegria – porque dão um toque ultra delicado e ”rico” ao vestido.

 Fiquei muito feliz em apreciar a coleção em primeira mão e vou dividir essa experiência com vocês:

Release da coleção enviado pelo equipe da CH – ”Rio de Janeiro, 15 de Abril de 2014 – Eleita a estilista do ano pelas revistas Inesquecível Casamento e Noivas Rio de Janeiro, Carol Hungria lançou a coleção Carol Hungria Blue no último fim de semana, no Casamoda Noivas em São Paulo. Primeira coleção de vestidos semi prontos da estilista, com a variedade de 30 modelos, remete ao desejo de toda noiva, ter o seu “something blue” para dar sorte no dia do casamento.

 

“Achei o evento incrível, cheio de noivas focadas em descobrir as tendências dos vestidos e interessadas em conhecer seu próprio estilo. Acho que conseguimos reunir no nosso espaço vestidos lindos e com bastante personalidade, um diferente do outro, assim como fazemos com todos os vestidos de noiva aqui do Atelier”, avalia Carol.

Os modelos reúnem todo o diferencial da leveza carioca, aliada a um trabalho altamente especializado e de alta costura. Um potpourri de todo o atendimento personalizado desenvolvido no atelier, resultado dos encontros com as noivas e de suas expectativas. Com todas as etapas de produção desenvolvidas em seu atelier no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, Carol apresenta vestidos confeccionados em seda pura e com rendas exclusivas, vindas diretamente de fábricas francesas. Outro diferencial são os bordados, trabalhados minuciosamente por sua equipe de artesãs.

 “Os vestidos mais procurados são sempre os modelos de renda francesa com algum toque que o diferencie dos outros, que faça a noiva se apaixonar. Outros bem requisitados são os modernos, aqueles com efeitos que a noiva nunca viu antes. Por isso apresentamos na coleção uma grande variedade de estilos para ajudar nessa escolha. Os bordados texturizados com pérolas e cristais também foram super elogiados e os campeões de audiência em nosso stand no Casamoda”, completa.”

Além da primeira coleção de semi prontos, Carol apresentou no Casamoda Noivas a segunda tiragem de seu Miniguia de Estilo da Noiva Atemporal. O livrinho reúne dicas para construir o vestido dos sonhos, usando vários elementos. Tais como o estilo da cliente, a história do casal, referências da cerimônia e harmonia entre os acessórios. Além dessas recomendações, Carol explica quais são os modelos mais indicados de acordo com o corpo, valorizando o que cada uma tem de melhor. Magrinhas, cheinhas, busto pequeno ou grande, todas essas informações são importantes no desenvolvimento do vestido.

Estilo Carol Hungria

Desde 2007, ano em que abriu seu atelier, Carol imprime um estilo único nas criações que levam o seu nome. Em pouco tempo, conseguiu criar uma identidade própria ao ponto de ter seus vestidos facilmente reconhecidos. Um mix perfeito de cores e de texturas. Tudo na medida. Os vestidos são românticos sem serem chatos.  Diferentes, sem causar estranheza. Delicados, sem passar a ideia de “menininha”. Chiques, não esnobes. Elegantes e lindos. A inspiração parte de elementos da natureza, como flores e folhas, e, claro, a personalidade de cada mulher.
A sensibilidade para conhecer a noiva Carol também leva para a escolha dos materiais, sempre usando tecidos em seda pura como cetim, musseline, organza, além de tafetás, zibelines e rendas. O arremate é feito com cristais, pérolas, minipaetês transparentes e muitas flores. “Só trabalho com os melhores materiais para ter o melhor caimento. Isso faz toda a diferença. Mesmo que a pessoa não entenda tecnicamente de moda ou tecidos, ela percebe quando a roupa tem um corte maravilhoso, veste bem e valoriza o corpo”, comenta.
O atelier tem parceria com as melhores fábricas de tecido do mundo. Da França e da Itália, por exemplo, chegam as rendas quase que exclusivas.  “Quase” porque há um “acordo entre cavalheiros” e a renda comprada por ela, por exemplo, não é vendida para outro cliente brasileiro. Quer mais exclusividade? Em alguns casos, é possível desenvolver o desenho a partir de uma renda da própria cliente. Dessa forma é possível, por exemplo, reproduzir aquela estampa usada no vestido de noiva da avó.

As flores, aplicadas nos vestidos ou usadas nos cabelos, merecem um parágrafo à parte. Novamente, a palavra de ordem é exclusividade. Elas são produzidas artesanalmente por uma equipe supervisionada por uma florista, ou uma “jardineira”, como brincou, certa vez, uma cliente. A inspiração vem de todas as partes do mundo. Carol tem um álbum de fotos com as mais diferentes flores que ela encontra durante suas viagens.  Mais uma forma de tornar único o look do grande dia.

Abaixo as fotos da coleção:

 

Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA Foto: MARCIA GAMMA

 

 

 

 

Fotos: Marcia Gama/Hiper Fashion.

Ahhhhh se meu cofrinho estivesse cheio de din din…

Wanda Borges.

” Formada em belas artes, Wanda Borges começou na moda como buyer. Ou seja, compradora de peças de grifes para suas representantes multimarcas. Depois de uma temporada pesquisando tendências na Europa, achou que era hora de iniciar o trabalho como estilista. “Percebi que existia no Brasil uma lacuna de prêt-à-porter para festas”, conta. Logo de cara, recebeu uma prova de fogo: criar o vestido de noiva da colega de ofício Gloria Coelho. “Era belíssimo, leve e vaporoso”, lembra-se a hoje expert em noivas, cujas peças custam cerca de 20 000 reais cada uma.

A vocação inicial de vender peças já prontas deu lugar ao atendimento sob medida, única modalidade a que ela se dedica nos dias de hoje. “Não preciso me preocupar com tendências”, diz. “Deixo apenas a imaginação fluir.”

Além do corte e da costura impecáveis, os modelos dela têm outro diferencial: rendas únicas. A cada viagem para o exterior, Wanda se enfurna em antiquários para garimpar matéria-prima. Além de tecido, lota as malas com peças que há tempos deixaram de ser fabricadas.”

Wanda Borges. Alameda Tietê, 509, Jardim Paulista, (11) 3082-7876.

Claro que como são feitos sob medida – uns agradam mais e outros menos, mas são perfeitos para inspirar (até demais, né?)

Alguns modelos são os mais perfeitos que já vi! Se eu pudesse (e bota ”se” nisso…) definitivamente faria o meu próprio vestido com ela!

Vamos sonhar um pouquinho?

ImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Fotos: Reprodução e Constance Zahn ( Ahhhh a Wanda também é mãe da Constance Zahn, do mais famoso blog de casórios do Brasil) e entrevista Veja SP.