Lua de Mel – Croácia II

SPLIT

Imagem

Split é a mais importante cidade da Dalmácia, com mais de 1.700 anos de idade. Ao caminhar pela cidade podemos entender as razões pelas quais o imperador romano Diocleciano decidiu construir seu palácio em Split. De dia, os monumentos (históricos) contam a história da cidade. À noite, a diversão fica por conta dos bares ou casas noturnas ou das apresentações teatrais do festival “Splitsko ljeto” (“Summer Split”). Trazer memórias de uma garrafa de azeite e um raminho de alecrim, que vai lembrar por muito tempo o verão.

Segundo algumas fontes, Split foi fundada muito antes do século IV. No entanto, considera-se que o primeiro habitante de Split foi o imperador Diocleciano, que decidiu construir o seu palácio em Split para passar ali os seus dias “aposentados”. Esta moradia de luxo, cerca de 30.000 metros quadrados, foi construída por volta do ano 293. Depois vieram tempos difíceis para a cidade com a chegada dos habitantes de Salona, seguido de muitos governantes croatas, húngaros, venezianos, franceses e austro-húngaros. O interessante é que todas estas civilizações e governos deixaram a sua marca em Split, tornando-a capital da Dalmácia Central e um dos melhores símbolos.

ImagemImagem

O que ver?

Grgur Ninski

Os monumentos de Split vai mostrar a história desta antiga cidade. Dê um passeio até a impressionante estátua de Grgur Ninski (Gregório de Nin), tocar em seu dedo do pé e dar-lhe destino ou satisfazer um desejo. A estátua de Gregório de Nin é o trabalho do famoso escultor Ivan Mestrovic e está localizado imediatamente em frente ao Golden Gate na abordagem norte do Palácio de Diocleciano.

Imagem

Palácio de Diocleciano – No oeste península do porto, em uma floresta de pinheiros, foi o convento beneditino de San Jose. Um lugar imperdível é o Palácio de Diocleciano. As paredes, três portas (ouro, prata e ferro), mausoléu e Peristil praça central preservada até hoje.

Imagem

Gastronomia – A cidade possui uma rica gastronomia onde quer que você vá, vai encontrar bons restaurantes com uma grande variedade de peixes, presunto e queijo e sobremesa, sobremesa crocante kroštule típica da Dalmácia.

Passeios pela cidade: Caminhar até a Riva e tomar um café num dos bares, ver o povo ir, relaxe. Noite: Na caminhada de Riva – você também vai encontrar uma animada vida noturna. As noites quentes de verão são ideais para se divertir: algumas bebidas, música e dança até o amanhecer.

Carro:

Zagreb-Split (375 km, rodovia)

Split-Zadar (160 km, estrada)

Split-Šibenik 86 km

De avião: http://www.croatiaairlines.hr

De ônibus: http://www.akz.hr

De comboio: http://www.hznet.hr

De barco (local e as rotas internacionais): http://www.jadrolinija.hr

Praias

No centro de Split é a Bacvice praia que é uma das praias mais populares. É uma praia que também funciona como ponto de encontro para os habitantes de Split. A outra praia famosa em Split também é Firule e está localizada perto do centro da cidade.

Split é bem mais simples que Dubrovnik, se for para ficar entre uma ou outra, não hesite! Dubrovnik certamente possui uma gama de atividades mais interessantes que Split, sem contar as praias…

ImagemImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Plitvice Lakes National Park –

Declarado como Patrimônio Mundial da UNESCO, o parque nacional está localizado no condado de Lika-Senj, distante cerca de 250 km da capital Zagreb. São 30.000 hectares de área preservada, unindo montanhas ricas em vegetação nativa, inúmeras quedas d’água e 16 lagos.

Devido a grande concentração de calcário na base dos lagos e ao movimento das águas por meio de riachos e córregos, surgem com a ajuda de algas e musgos presentes no ecossistema local, barreiras naturais de gipsita – mineral base para produção de gesso. Tais minérios, presentes em alta concentração, também são responsáveis pela cor das águas do parque, variando entre tons de verde e azul belíssimo. A fauna local é constituída por pássaros, alces, lobos e até mesmo raros ursos.

Lazer – Dentro do Plitvice, existem várias opções de passeio, oito ao total, sendo identificados por uma letra. Em quase todas as opções, um barco elétrico conduz os turistas por um tour pelos lagos e quedas d’água. O visitante tem a opção de voltar para o início do trajeto por meio de um trem panorâmico. Trilhas podem ser realizadas a pé, proporcionando maior contato com a natureza.

O parque está aberto o ano todo, existindo uma diferenciação de horários e preço do ingresso para diferentes estações do ano. A moeda local é o Kuna (kn). Um real equivale a aproximadamente três Kunas.

Imagem

Imagem

ImagemImagemImagemImagem

Fonte e Fotos: AdoroViagem, ViajandoBlog,Lonely Planet, Viajando.net, Free-fotos, Visit Croatia.

 

Anúncios

Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s